segunda-feira, janeiro 13, 2014

Listagem

A comparação é talvez a mais poderosa de todas as figuras de estilo e se não a mais difícil pelo menos a mais arriscada de usar. E, sem dúvida, a que exige mais conhecimentos, mais cultura, quer do emissor quer do recetor.
Deixa-me cá pôr estas duas antes que me esqueça:

Pobre como Cervantes.

Velho como o zircão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Exprima-se livremente!