terça-feira, dezembro 29, 2015

Reconhecer: Miséria certa e morte anunciada

Se quiserdes saber por que isto acontece, digo-vos que o motivo é que tudo me desagrada, detesto o
vulgo, a multidão não me contenta. Somente uma coisa me fascina: aquela em virtude da qual me sinto
livre na sujeição, contente no sofrimento, rico na indigência e vivo na morte. Aquela em virtude da qual
não invejo os que são servos na liberdade, sofrem no prazer, são pobres nas riquezas e mortos em vida,
porque trazem no próprio corpo os grilhões que os prendem, no espírito o inferno que os oprime, na
alma o erro que os debilita, na mente o letargo que os mata.



Beyond repair

Porque me apareceu à frente - http://www.moviesub.net/watch/casa-grande-2014/5570.html - espreitei um filme brasileiro.
"-Deixa cá ver quanto tempo até falarem de merda".
6 min 10 s (1ª cena, na verdade) até: "-começou a lamber a polpa(?) da minha bunda".
Alrighty then.

sábado, dezembro 12, 2015

Neurologia

Gosto sempre de ver o óbvio fundamentado.

Proteja os seus ouvidos Segundo um estudo americano, a perda de audição desencadeia perda de massa cinzenta do cérebro. Muito provavelmente porque nos bloqueia de estímulos úteis. Ainda segundo o mesmo estudo, o problema aumenta em 24 % o risco de atraso cognitivo.

(Toda a gente sabe que, surpreendentemente, os surdos 'não batem bem'. E, pior, são tendencialmente violentos. Os invisuais - não digo 'cegos' por causa do "politicamente correto", mas sim pelo "Ensaio sobre a cegueira" - não sofrem dano 'psicológico' algum, sendo até tendencialmente 'bem dispostos' e mais argutos. Os misteriosos caminhos (sinapses, pun intended) do cérebro!).

sexta-feira, dezembro 04, 2015

Sem variabilidade não há ementas


Variabilidade

A variabilidade é universal. Isto quer dizer que pode ter a certeza de encontrar variabilidade quer esteja a falar de galáxias ou de partículas subatómicas. A certeza.

É preciso querer ser muito cego para não ver o quão primordial é essa força. E, contudo, não faltam cegos.

(A variabilidade tem muitos nomes - Esta é boa!
E existe em todos os 'planos'.
Em ciências sociais acho que se usa o termo 'pluralismo' para dizer variabilidade. Como sabem, metade da população não consegue lidar com isso e, lá no fundo dos seus negros corações, sonham em livrar-se dela, como se isso fosse possível, nem sequer dando conta que contrariam a religião que costumam defender, e até impôr, porque a variabilidade é intrinseca ao Universo).

E mesmo aqueles que veem alguma coisa parecem ter certa dificuldade em a aceitar. Reparem bem no texto da figura "more facets than expected".
É o que eu chamo um faux pas, monsieur! Repito que não é uma questão de "se esperar". É uma certeza. Se não virem variabilidade, aumentem o zoom!
Gostava que os leitores não saíssem daqui sem aprender isso: Universal; Certeza.
Ah, e lembrando-me do filme I, Robot, em todos os planos.
Quando virem por aqui, no Acerca,  fotos sem legenda é quase certo - só não é certo porque a variabilidade 'trabalha' em todos os planos, logo também nas fotos e, portanto, podem ser com outra intenção qualquer, duh! - que são ilustrações de variabilidade.