Monday, April 30, 2012

Ignorante

Por causa de um ignorante atrevido tenho de reafirmar que se usa o espaço para agrupar os algarismos por Classes em números grandes.

23 235 223

O ponto e a vírgula, em Portugal a vírgula, são separadores decimais.

23 235 235,236 23

Isto até o IPQ sabe.
Repetirei todas as vezes que for 'elucidado' em contrário por analfabetos ignorantes.

http://www.ipq.pt/CUSTOMPAGE.aspx?modid=0&pagID=3&faqID=383

Tuesday, April 24, 2012

1 nm = um nanometro

Hoje dei conta que é preciso alguém dizer aos tipos da CIA que não podem, cof cof, que não devem usar nm se querem dizer "nautical mile" porque no SI  nm significa nanometro (nâ-nu - mé-tro).


E, parecendo que não, toda a gente que interessa, nos States, já usa SI.

(Este post cheira-me a déjà vue)

Wednesday, April 18, 2012

Hahaha, digo, lol

http://bdigital.sib.uc.pt/bg4/UCBG-RC-13-41/UCBG-RC-13-41_master/UCBG-RC-13-41_JPG/UCBG-RC-13-41_JPG_24-C-R0100/UCBG-RC-13-41_1936-07_0051_13_t24-C-R0100.jpg

Rua frei Cristovão de Lisboa, São Paulo, Brasil

Alguém sabe quem foi?

http://www.scielo.br/pdf/rbzool/v9n3-4/v9n3,4a06.pdf

No Google maps há vista de rua.
É a gatunagem habitual: só se veem grades!

Friday, April 13, 2012

Estupidez

Não quero parecer bruto mas digam-me então o que se há-de pensar de uns supostos doutores que, como crianças de 7 anos, usam o que se está a definir na definição. Vá, digam-me.

DOMÍNIO B.2MORFOLOGIA
Disciplina da linguística que descreve e analisa a estrutura interna das palavras e os processos morfológicos de variação e de formação de palavras.
Morfológico quer dizer relativo à morfologia, era escusado dizer.

Nunca entenderei como estes idiotas analfabetos arranjam os empregos.

Que parvo que eu sou

Tive coragem e continuei a ler. Fiz mal.

A definição de sílaba átona está boa.



Sílaba átona
Qualquer sílaba que não apresenta proeminência relativa no nível prosódico da palavra ou da
frase, ou seja, que não possui acento.
A sílaba "sa" da palavra "casa". 

Ficamos a saber que na palavra casa há duas sílabas: ca-sa e que c(á)- é a tónica e -sa a átona. OK.

Mas depois lê-se:


Redução
Processo fonológico que consiste no enfraquecimento de uma vogal em posição átona.
A primeira vogal de "bolo" sofre uma redução em "bolinho". O mesmo sucede nos pares
"medo"/"medroso" e "mata"/"matagal"

Em bolo há duas sílabas, b(ô)-, tónica e -lo, átona. Tem de ser: é uma palavra grave. Ora se a primeira vogal de bolo sofre uma redução a definição diz-nos que está "em posição átona".
A sílaba -(ô) em posição átona?; quando é a sílaba tónica da palavra? Não bate certo.

São parvos, pá


Como sempre, a primeira coisa que li, a primeira, foi desconcertante:
---
Vogal 
Som produzido sem uma obstrução do tracto vocal.
 Em português, foneticamente, é possível identificar catorze vogais, que se distinguem em função do seu ponto de articulação (estabelecendo-se distinções através dos movimentos da língua e dos lábios, bem como da passagem ou não de ar pela cavidade nasal).
As vogais de: “pó”, “dor” e “no” são arrendondadas (projecção dos lábios).
As vogais de, “da” e “de” são recuadas (recuo da língua). 
As vogais de “li”, “do” e “de” são altas (elevação da língua). As vogais de “lê”, “da” e “dor” são médias (língua em repouso). 
As vogais de”, “pó” e “pé” são baixas (descida da língua).  
As vogais correspondentes aos sublinhados em “sã”, “dente”, “fim”, “som” e “um” são nasais. 
As restantes vogais do Português são orais.
---
 Isto não é fonética, é física quântica:
About 80 years ago, scientists discovered that it is possible to be in two locations at the same time  - at least for an atom or a subatomic particle, such as an electron.
Acho que não tenho coragem de ler mais nada.

Acerca da classificação dos sons da fala:
Ponto de articulação:
Refere-se ao local, no tracto vocal, onde ocorre a articulação dos sons.
O ponto de articulação permite distinguir, por exemplo, consoantes bilabiais, dentais, palatais ou velares.
Ponto de articulação labial (/p/, /b/, /m/) ou dental (/t/, /d/).  

Modo de articulação
Refere-se à forma como o ar atravessa as cavidades supraglotais, na produção dos sons, nomeadamente à presença ou ausência de constrição no tracto vocal e ao grau de constrição e à existência ou não de vibração de cordas vocais. O modo de articulação permite distinguir, por exemplo, consoantes oclusivas, fricativas, laterais ou vibrantes ou consoantes sonoras de surdas.
Modo de articulação oclusivo: /p/, /t/, /k/, /b/, /d/, /g/.
As consoantes oclusivas podem ser sonoras (/b/, /d/, /g/) ou surdas (/p/, /t/, /k/), consoante são produzidas com ou sem vibração das cordas vocais.  

Wednesday, April 11, 2012

Oh my God

Não é para defender o Unabomber mas ao que parece as máquinas já iniciaram o seu caminho para a "Self-consciousness": já sabem quando estão doentes e não só se curam a si mesmas como, aparentemente, o fazem depressa!