Monday, October 30, 2017

EDP mosquitos morcegos virus e sinantropia

Mais uma das minhas ideias que dava para ocupar uma vida: A EDP podia sem esforço colocar ninhos para morcegos nos postes de iluminação e todos agradecíamos.
Há modelos de postes que já podiam ser fabricados com ninhos incluídos. Sem aumento de custos.

Saturday, October 28, 2017

It's true

What perhaps most needs to be emphasized here is that ruminative thinking is evaluative thinking. Whether it’s depression or anxiety, self-absorbed people compare themselves unfavorably to others, believing their problems are unique or at least less resolvable than others’. Stuck in a seemingly endless feedback loop, they torture themselves with discouraged, worrisome thoughts. Anguishing over their problems - and so, making them appear even worse - they experience great difficulty coming up with tenable ways of disentangling themselves from this largely self-constructed morass.

What’s also common in those with depression and anxiety is that their aversive thoughts are distorted or exaggerated. And the reason that therapy can be so helpful for them is that they need someone whose authority they respect to introduce them to a fresh, more hopeful outlook that directly counters their stagnant, self-thwarting one. Absent some kind of external intervention, the unfortunate result of all their obsessing is, as Watkins puts it, “increased sadness, distress, and anxiety, reduced motivation, insomnia, and increased tiredness, self-criticism, pessimism and hopelessness.”

Só falta dizer duas palavras: telogen effluvium.
FML

Friday, October 27, 2017

Para de discriminar palavras


Alguém se lembrou de começar a dizer "sêde" ou "pórto"?
Não?
Oh!

É natural.

sede (de beber) e sede (de um partido)
para (de parar) e para (de lugar)
(sem contexto não funciona, claro mas, com contexto não há problemas: as classes gramaticais revelam a palavra)


É preciso ser muito burro para ser contra o Acordo Ortográfico.
Quem é contra o Acordo Ortográfico é a favor da 'independência' da Catalunha, não? E do PSD?
A doença mental e a burrice tendem a ser democráticas, por isso, talvez não...
(Burros e doentes mentais. Para o caso de não terem percebido).

Então e os outros?

Acabei de ler uma notícia típica: um desgraçado de um trolha, desempregado, solteiro, sem filhos, que estava a fazer aguardente foi comprar chupetas de tabaco... Típico? Isto é clichê!
Bem, era de noite e o homenzinho não quis ir pela ponte e foi-se meter debaixo de um carro.
Blá blá blá, yada, yada, yada, e ninguém fala da primeira coisa que me ocorre: a pessoa que ía na sua vida e levou com a morte de um trolha assim pelo cabeça abaixo como um balde de água fria...
O trolha morreu e não precisa de ajuda nenhuma nem precisava, mesmo que não tivesse morrido. Agora um desgraçado que se vê assim de repente metido numa novela destas, esse sim, deve precisar e deve ter direito a tê-la!

Saturday, October 21, 2017

Aberração

Os prémios das 'lotarias' (euromilhões, basicamente) são uma aberração. A distribuição dos prémios, quer dizer.
O primeiro prémio é de avassaladores milhões que destroem a vida de qualquer pessoa. O segundo não dá para um carro.
Uma aberração.
Contudo, parece que ninguém se queixa.
Deviam chover cartas, quero dizer, emails a reclamar. Parece que ninguém se importa.
É pena. Deviam importar-se porque é uma aberração.
Já disse que é uma aberração?

people.people.people.

Thursday, October 12, 2017

Vulgaridade:resumindo

Dado o tema, por mais resumido que seja ficará como um tratado.

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_heads_of_regimes_who_were_later_imprisoned

Ai! ca linda. (com pronúncia lisboeta)


Coni


Croácia



Bribery


Vulgar


Dobra-língua

"Esta instituição tem quatro pisos e 63 quartos, os quatros...."
Quartos.
Quatros.

Fun Factoid:
Em inglês o primeiro nome de número que leva "a" é 1000. Em português é 4.

Simplórios

"capacidade máxima"
Será que não veem que é um estúpido pleonasmo?

Igualdade

3500 € e só deus sabe...
Ainda agora, no facebook, dei com um grupo de numismatas portugueses tipicamente fascista.
Reconheceria aquele palavreado e aquela 'maneira de ser' -tacanha, inculta, desconfiada, inesperada - em qualquer lado: é absolutamnete exclusiva de portugueses. Posto isto, o interessante é ver que nem no reino da Dinarmarca (bem, talvez) há uma democracia tão sólida como a jovem democracia portuguesa: um espertalhaço de primeira, cheio de amigos poderosos - ministros, banqueiros, presidentes - e nada mais nada menos que ex-primeiro-ministro, foi preso como um vadio, enfiado na prisão e 'perseguido' até à exaustão. Afinal isto não está só cheio de mafiosos! O tipo não se safa- É tal e qual como se fosse eu. Nada de 'cunhas'; nada de nada. Democracia. Cidadão. Justiça cega. Admirável!
Acho absolutamente extraordinário ninguém falar disto.

1984

Sem ninguém dar conta, começa a ser obrigatório ter um smartphone.
(Big Brother wants to watch you)

Just a reminder

Para não esquecer que esta vida, Não!

Portugal exemplar

Os portugueses ficaram a sofrer de cegueira traumática seletiva: só têm olhos para a 'merda'. As coisas boas passam-lhes ao lado.

Como é que os tugas, que juram que nada há mais no mundo que máfias e putas, explicam que o poderoso Sócrates se veja assim acossado, muito mais do que um qualquer criminoso?
Estou há anos à espera de que alguém refira a maravilhosa e sobretudo poderosa democracia em que vivemos mas, nada.

Tuesday, October 3, 2017

Profundo conhecimento do amor venal

Os meus óculos novos acabaram de chegar e estou a testá-los.
O primeiro livro que me veio à mão foi o "Jogos de azar" de José Cardoso Pires.
Começa com uma "Notas bibliográficos" por Urbano Tavares Rodrigues que chama, na oitava linha, putanheiro ao autor.
Estou a decidir se é coisa boa ou má.
____
Comprei 2 pares de óculos - uns de ver ao longe outros de ver ao perto - por 8 €. Pelo transporte, 25 €. Pelo desalfadegamento 56,51 €.
Mesmo assim tenho dois pares de óculos bons e de que gosto por 88,70 €. Nem o Guilibaldo tem lá disto!
____