sábado, 24 de fevereiro de 2018

Metal detector

Não entendo muito bem porque não se aplica o análogo à (tecnologia) Noise Reduction aos detetores de metais. Têm um filtro (discrimination) "cego", apenas. Tipo um passa baixo.

Porque não usar os sinais reais, gravá-los, invertê-los e excluir assim exatamente determinados objectos (com uma folga ajustável por cima)?
Não deve ser difícil. 




terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Photography

https://www.artsy.net/artwork/andre-kertesz-mondrians-studio-paris

Uau.

Obsessões

Uma pérgula de Wisteria spp. Assim:



E descobrir como fazer um material igual à casca das sementes.

Deixei sementes no carro que, com o calor, rebentaram.  Encontrei-as espalhadas por todo o lado. Notar que não se conseguem abrir facilmente. Só com uma pancada na junção,

Nunca vejo os espetáculos que vale a pena.

https://www.google.com/search?q=glicínia&num=50&dcr=0&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwiZ09nX16HZAhWB1RQKHalVAQAQ_AUICigB&biw=1240&bih=887

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Fada Morgana

Estava com bastante reticência em mudar para o Windows 10®.
A primeira coisa que fiz foi criar uma partição para instalar o XP ou um Linux qualquer.
Ainda não instalei coisa nenhuma: eu e a Cortana entendemo-nos lindamente.
Lindamente.
"Hey, Cortana"- digo eu para o microfone integrado de uns auscultadores meio avariados, do chinês, mas que funciona lindamente - "shut down".
"are you sure? - diz "ela", lá do fundo do meu Dell optiplex 755, usado, do sec. XX, comprado no Ebay, da Irlanda.
"yes"- respondo eu. E vou-me deitar.
Morgana é que era o nome certo.


https://www.digitalcitizen.life/top-50-most-funny-cortana-commands-questions

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Venha o diabo e escolha


a grande maioria dos clientes da EDP são do segmento doméstico, enquanto que os grandes consumidores muitas vezes dão preferência a outras companhias. Isto deve-se ao facto de que os grandes consumidores preocupam-se mais com a sua conta de eletricidade e comparam as tarifas de luz antes de contratar, ao contrário dos clientes do setor doméstico, que por comodidade optam pelas tarifas mais conhecidas

Não é verdade, o "isto deve-se...".
Por incrível que pareça, fazer as pessoas burras raramente é verdade.
Então o que é?
É que se a EDP é má, as outras ainda são piores.
Como  sabem?
Pela conversa deles.

O resto é porque andam a meter ao bolso, eles lá sabem.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Uma obra de arte


Não é este em especial: são todos

Encontrei o dicionário dos idiotas que são contra acordos ortográficos

https://play.google.com/books/reader?id=yvdDAAAAcAAJ&printsec=frontcover&output=reader&hl=en&pg=GBS.PP7


Usam-se coisas como "indaque" que eu demorei uns bons segundos a decifrar e permitam-me poupar-lhes o desprazer: ainda que.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Jamais!


Plantar glicínias

Toda a vida - bem, pelo menos a partir para aí dos 18 anos, quando ouvi "que espécie que me faz" pela primeira vez e achei um assombro nunca ter ouvido antes tal coisa, eu que passo os dias como um podengo português - me aconteceu isto: de repente vejo mencionar com total naturalidade uma coisa que eu, eu!, nunca ouvi antes.
Agora mesmo foi farinha de semente de algodão.

Os mais espertinhos já terão dito: se calhar é mas é esquecimento...
Não me parece. Para já!...

____
Explicação do título: http://www.plantaornamental.com/dicas-para-cultivo-de-glicinias/

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Telefonio, 4193

(ler o rótulo como quem é contra o acordo ortográfico).

(séde!; Santarem!)

Aqui há dias ouvi, na rádio, um espanhol falar muito bem sobre a língua. Mencionou - e muito bem - que uma vantagem (em relação à estabilidade da língua, do castelhano em relação ao português) é que eles não têm - Deo gratias! - dupla grafia nenhuma.

Também achei interessantíssimo ficar a saber que a definicão por decreto constitucional da língua oficial do país, não é coisa universal. Por exemplo, a constituição dos Estados Unidos (da América do Norte) não define língua nenhuma.
Nunca tinha reparado.
Só vemos o que conhecemos ou o que procuramos. Antes disso, não vemos nada de nada.

Se há dúvidas acerca do analfabetismo do autor deste rótulo, que não haja: "Kgs" é prova irrefutável.


domingo, 4 de fevereiro de 2018

Trivial things that I have always wish for











Pode reparar-se que o que não falta aqui, neste blogue, são estreias de posts temáticos que acabam por não ter seguimento. Por exemplo o recente post "Fevereiro" faz parte da série "calendário".
Mas que o facto de lhes não dar seguimento não seja motivo para deixar de as criar. Não é assim que 'eles' fazem às notícias?

Esta série também pode chamar-se "desabafos íntimos".

_______________

ushanka
(Claro que tive de ir ao google para me lembrar do nome)


Há dias comprei uma pistola de cola quente: Yep, fazia parte da lista.

Mais algumas coisas, assim de repente: monitores (colunas); GPS; lixadora de madeira (não me perguntem porquê); todos os tipos de arma; um barquito de pesca;


Um ferro de soldar.

Digo e repito

Muito melhor do  que se esperava.

(apesar de que a mãe e o pai, além de maus atores, não terem 'consistência' nenhuma)

sábado, 3 de fevereiro de 2018

WayBack Machine

Quando encontrarem dead links não se esqueçam de tentar a WaybackMachine.

Verdadinha

Às vezes encontram-se coisas boas no lixo.

Uma coisa que geralmente se esquece. (Porque é muito arriscada).

Álvaro Pirez

Lembram-se deste post?

Este é outro (quadro). https://www.rtp.pt/noticias/cultura/estado-portugues-recupera-em-leilao-quadro-do-seculo-xv_v1055863

Terão chegado à conclusão que o tipo não pintava nada de jeito? lol
https://www.tribunaalentejo.pt/tags/%C3%A1lvaro-pires


___



Provenance

John Rushout, 2nd Lord Northwick, Thirlestane House, Cheltenham (until d. 1859; his estate sale, Phillips, Thirlestane House, July 26ff., 1859, no. 841, as by Giotto, for £74.11, bought in by Northwick); his nephew, George Rushout Bowles, 3rd Lord Northwick, Northwick Park, Gloucestershire (1859–d. 1887; cat., 1864, no. 90, as by Giotto); his widow, Elizabeth Augusta Bowles, Lady Northwick, Northwick Park (1887–d. 1912); her grandson, Captain Edward George Spencer-Churchill, Northwick Park (1912–d. 1964; cat., 1921, no. 48, as by Lorenzo Monaco; his estate sale, Christie's, London, May 28, 1965, no. 11, as by Lorenzo Monaco, to Linsky); Mr. and Mrs. Jack Linsky, New York (1965–his d. 1980); Mrs. Jack (Belle) Linsky, New York (1980–82)

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Fevereiro 2018


Marcelo

Acerca de gozarem com Marcelo (que não conseguem passar do "vai a todas"... Tristes. Miseráveis. parolada.)

"o Pessoa? Passava aí, ninguém lhe ligava..."
A parolada lisboeta sempre assim foi, não sabe mais nada: limita-se a ridicularizar que é a única defesa que lhes resta pois ver passar os grandes, lembra-lhes a sua pequenez.


(É claro que eu não votei em Marcelo. Não voto em pê-esse-dês. Mas, cada vez que me lembro que me obrigaram a aturar o Cavaco só me apetece erguer estátuas ao Marcelo, e dançar e cantar pelas ruas. E quando me lembro que me obrigaram a aturar o Passos, só me apetece nomear o Costa para o Nobel. Nobel da Paz e Sossego.).

Não falta aí com que gozar. Não falta aí com que gozar.