domingo, outubro 31, 2010

Conclusão


O estudo mostra com evidência que há diferenças de preço entre os Estados-Membros que aparentemente continuarão a existir num futuro próximo. Comprar fora ainda compensa e por isso os consumidores deveriam explorar as oportunidades oferecidas pelo Mercado Interno. Com o crescimento do comércio electrónico e o desenvolvimento da legislação europeia é agora mais fácil do que nunca comparar os preços através da UE e aproveitar com confiança as melhores ofertas.



Luxemburgo, Dublin, Viena, 10 de Julho 2009
in: http://cec.consumidor.pt/

É mentira, claro. Não se pode comprar quase nada, por uma razão ou por outra.
Nada que interesse, pelo menos.

E já sabem que se comprarem 15 Euros de cigarros fora da UE, na Ucrânia, os gajos (sim, gajos) da 'alfandêga' lhes pedem 64 Euros para os levantarem.
Esta ainda me está encravada.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Exprima-se livremente!