sexta-feira, fevereiro 22, 2013

Nós

http://www.youtube.com/watch?v=rG3iENZ0l-c
Uma corda amarrada no orifício bastaria para nos sustentar; como desamarrá-la, porém, quando chegássemos à sua extremidade inferior? Meu tio empregou um meio bem simples para vencer a dificuldade. Desenrolou uma corda da grossura de um polegar, com quatrocentos pés de comprimento; primeiramente deixou metade dela cair, depois enrolou-a ao redor de um bloco de lava saliente e jogou a outra metade na chaminé. Cada um de nós poderia então descer reunindo nas mãos as duas metades da corda que não podia escapar; assim que descêssemos duzentos pés, nada mais simples do que recolhê-la, soltando uma ponta e rebocando a outra. Depois continuaríamos o exercício ad infinitum.
Júlio Verne; Viagem ao Centro da Terra

Sem comentários:

Enviar um comentário

Exprima-se livremente!